26 de abril de 2011

A minha cabeça pede que te conte

Querido tu, sempre gostei dessas tuas palavras... Mas de nunca nada me serviu saber ler-te os lábios se não me sabias falar com o coração.

Eu, tão pouco tua.

24 comentários:

ana moura disse...

coisa linda:)

carina, disse...

adorei a frase, wow

ines disse...

oh luisinha, mas que bonito!

Simone disse...

oh que querida, obrigada! :)

carina, disse...

de nada *.*

inês alves disse...

minha querida Lui, és tão mas tão grande,as tuas doces palavras envolvem todos os sentidos*

Maria disse...

e outro e outro. este, bem grande por sinal. como só as tuas palavras sabem dar: em cheio na alma, sweet luisinha.

Maria disse...

Não penses que me esqueci, nunca me esqueço. Também eu, como habitual, fiquei à espera que passasses. Parece que nos desencontramos. E logo agora que estamos mais próximas, não é?

Maria Filipa disse...

verdade pequena <3

nés, disse...

«eu, tão pouco tua»
ai, perfeição.

inês alves disse...

o amor torna-se numa batalha que vale sempre a pena.* mereces tudo princesa:)

Mafalda disse...

wow, perfeito

ana minhalma disse...

linda frase, lindo post :)

Beatriz Araújo disse...

porque a boca nem sempre fala aquilo que o coração nunca pode falar

M. disse...

a música que tens no meu blog é uma das minhas canções preferidas. patrick watson is an amazing singer!

http://theeyesofmara.blogspot.com/

andré disse...

talvez

Patrícia Costa disse...

Ai como me sinto assim. Tão pouco...

kosh disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Maria Filipa disse...

QUEM MENTE SAI SEMPRE POR CIMA CORAÇÃO <3

Maria disse...

ohhh Luisinha, no fundo ninguém me sabe encher como tu, sabes? e gosto da forma como tudo, de certa forma, me encanta em ti. atrevo-me até a dizer que uma vírgula, uma simples vírgula escrita por ti tem outro sentido.

Beatriz Araújo disse...

nao podemos deixar.

mary b disse...

sigo adorei o teu blog!

APF disse...

grande verdade, não nos vale de nada isso quando "eles" não sabem falar com o nosso coração e isso por fim acaba por nos magoar.

Janete Conceição disse...

nem sempre nos conseguem falar com o coração. dificulta.