13 de setembro de 2011

Sem rodeios. alma aberta

Um dia eu tive um sonho onde nem precisei de fechar os olhos para poder voar sem limite. Contou-me o sonho que o tempo é o momento em que vivemos sem contar os passos que damos, sem medo que os segundos acabem ou que o dia termine sem que façamos aquilo que tínhamos a fazer. Contou-me que as pessoas nem sempre são aquilo que queriam ser, com medo do que o que o futuro lhes reserve. Contou-me que andamos sempre ao ritmo de rotineiras baladas, sem ouvirmos o conforto do silêncio. Um dia um sonho contou-me que ninguém é feliz sozinho. Toda a gente precisa de alguém. Para dar as mãos. Para beber um café ou um chá. Para partilhar música. Ou quem sabe para ouvir os problemas de cada um. Toda a gente. Contou-me que a solidão é a saudade envolvida em mãos frágeis e peitos pequenos tão doridos quanto tristes. Segredou-me bem de perto, que os sorrisos são o reflexo daquilo somos, apenas quando se tratam de sorrisos do interior. Contou-me tantas coisas, deixando o dobro para depois. Para outro sonho. Para curar outra queda. Para dar beijinhos na alma e me fazer ver que a vida consegue ser tão profunda e intensa e não simplesmente o acto de me levantar para mexer o meu corpo em busca daquilo que passamos parte do tempo sem acreditar. Este sonho de um dia, contou-me que toda a gente tem dias maus e que o importante é não desperdiçar os dias bons. Querido sonho, volta a envolver-me.

16 comentários:

Incógnita disse...

todos devíamos ter esse sonho de vez em quando =)

Incógnita disse...

todos devíamos ter esse sonho de vez em quando =)

joanarocha disse...

lindo :')

han yong kyo disse...

adoro o texto, e adoro tudo o que ele transmite.

ines disse...

Sabes tanto luisinha

Mariana disse...

"Um dia um sonho contou-me que ninguém é feliz sozinho. Toda a gente precisa de alguém. Para dar as mãos. Para beber um café ou um chá. Para partilhar música. Ou quem sabe para ouvir os problemas de cada um. Toda a gente." isto é a magia da escrita... lindo

opistia disse...

se pudessemos fechar as persianas de nós quando nos apetece-se seria tudo tão mais simples...

carina disse...

bemmm.. que belo !

Beatriz Araújo disse...

ooooooh, amei minha boneca

annie disse...

posso dizer-te que foi talvez o melhor texto? posso, claro. adoro!

Beatriz Araújo disse...

de mim? tambem tenho tuas :)

annie disse...

oh, que amor <3

joana disse...

obrigada por existires

Simonie disse...

estou encantadissima minha querida, és um doçe de pessoa. nunca percas estes sonhos bonitos e que envolvem qualquer pessoa numa faixa tão bela!

Sara disse...

e que sonho que te envolveu e envolveu-nos com ele. envolveste-nos nele, com palavras tuas, bonitas, sinceras, tão tão verdadeiras.

Awkward Butterfly disse...

Adorei, é tão bonito!