21 de setembro de 2011

Tanto amor para ti

Apetece-me tanto escrever. Apetece-me tanto viver a teu lado para sempre, que acho que essa vontade nunca irá acordar menos viva do que eu. Apetece-me tanto o teu cheiro,as tuas roupas e os teus passos lado a lado do meus, as tuas mãos próximas, o teu olhar cintilante e a tua boca com traços perfeitos e inevitáveis. Apetece-me ouvir de ti o meu nome, e ver-te a mexer por mim. Apetece-me não morrer hoje, nem amanhã ou depois. Apetece-me tanto não te perder,guardar-te com as duas mãos sem te sufocar...e adormecer a teu lado até ao fim das nossas vidas. Apeteces-me cada fio de cabelo teu. E isso parece-me sempre tão pouco. (...)

20 comentários:

Suu disse...

tão bonito, tão doce! acho que começo a viciar neste blog querida <3

Anita disse...

Que bonito :)

Anniee. disse...

adorei !

Incógnita disse...

o amor é assim..parece que nada é suficiente =)

Mariana disse...

"Apetece-me tanto não te perder,guardar-te com as duas mãos sem te sufocar..." admirável.. Lindo!

Sara disse...

apetece-te amar em tudo para seres amada por tudo, é isso Emme?

Jane disse...

acho que nunca te disse, mas tens o blog mais doce que já vi/li na vida. não vinha aqui há algum tempo, já não me lembrava de como escreves tão bem luisinha. um beijo*

Sara disse...

e é isso que todos nós queremos, precisamos. sê feliz borboleta, voa muito, sorri da forma tão bonita como escreves, que nunca me parece pouca nem nunca me parece demais.

mary disse...

tão doce como tu

Jane disse...

tenho andado um pouco afastada destes lados... a vontade já não é a mesma de outros tempos.

joana disse...

então já ganhei o dia. sei que as tuas lágrimas são sinceras e tuas,e por isso,quase que as consigo tocar. e nem sei o que dizer depois disto. aiai minha querida. tudo se há-de resolver,eu tenho toda a esperança. não te esqueças que o coração é grande. mais tarde ou mais cedo,começa a falar e a calar o lado racional.

Maria ♥ disse...

lindo lindo lindo !! adorei este texto *.*

Lu disse...

É, eu percebo este texto como se fosse eu a escreve-lo para um ele. Mas um ele que nunca poderá saber.
Adoro, claramente. Tao doce *.*

annie disse...

"e isso parece-me sempre tão pouco", está lindo, em, está mesmo. cheio de amor e carinho, e eu adoro, como não podia deixar de ser <3

Mariana disse...

Mimo-te porque me mimas a mim sempre que me deparo com as tuas palavras. És linda.

beatriz disse...

dentro de ti há sempre palavras lindas

annie disse...

sou eu, e tu.

matilde valentim disse...

já a mim apetece-me somente ler-te. adormecia aqui, eu juro. derreti com este texto e esta música. seriously.. revejo-me totalmente.
(n canso de o ler!)

Lipincot Surley disse...

que terno

matilde valentim disse...

(dá-me lá esta musica. por favor?)
:)