29 de outubro de 2012

Dias de Raquel


Chega um momento que a roupa pode ser qualquer uma, mas sem pareceres assim muito desleixada... a base não existe, muito menos o corrector de olheiras. Existe só as boas noites de sono, quando as pode haver. Chega também um momento, que o sofá parece tão boa opção em relação aos livros para estudar. Chegam os dias em que a chuva chega a fazer sentido, tal como a vontade de não gostares de ti. Torna-se normal. E chegas mesmo a aceitar o inaceitável. Depois é a cor do cabelo que não combina mais, são os kilos que embaraçam, a camisola que não ajusta e a mente que anda à justa. Presa. Mas a flutuar. Em banho-maria nos problemas que não foram resolvidos. Porque nós somos, seremos sempre, problemas por resolver. Uns em cima dos outros. Uma escada... mas que já não sobe para topo algum. Amamos por amar, as palavras saem porque é bonito dizê-las. Não fazemos porque cansa, não subimos porque é longe. Somos balões com medo de explodir... porque isso é para fracos. E nós não, nós só somos isso mesmo..fracos.

8 comentários:

joana disse...

isto sou eu hoje. isto sou eu amanhã. vou guardar isto com carinho :)

cláudia disse...

todos nós somos feitos de momentos querida, porque a própria vida assim nos ensina.
gosto muito disto, gosto muito desta música. quero-te bem*

bloom disse...

eu identifico.me tanto com este texto,doce. beijinho.

Ana. disse...

http://followyourdreamsalways00.blogspot.pt/2012/11/desafio-paricipem.html participa ^:p

disse...

"Somos balões com medo de explodir... porque isso é para fracos. E nós não, nós só somos isso mesmo..fracos." ainda se encontra coisas bonitas pelo blog

disse...

muito obrigada, és uma ternura

sophia disse...

"Porque nós somos, seremos sempre, problemas por resolver. Uns em cima dos outros." gostei especialmente desta parte. tens uma escrita encantadora doce emmeline

Mariana disse...

Depois de um tempo fora daqui tinha saudades de ler as tuas visões de vida.
sempre linda