13 de junho de 2011

Claire escreve-te

De Claire
(...)
Sentir os pedaços que deixas como rasto para não nos perdemos no caminho que ainda percorremos para nos sentirmos perto, é toda a segurança que eu tenho que caminho para o paraíso. A utopia passou a ter nome e os teus gestos passaram a ser o espelho dos meus desejos e saber-me tão apaixonada é talvez a tua maior certeza. Já a nossa maior verdade é que o mundo nunca acabará para nós, nem a noite deixará de o ser enquanto a nossa lua ali estiver a sorrir-nos como sempre… Como sempre.

9 comentários:

ines disse...

claire, claire, tão doce

ines disse...

completamente!

jezebel disse...

adorei, escreves tão bem :$
a música é linda!

jezebel disse...

ora essa (:

inês disse...

obrigada :)

ivone silva. disse...

sempre tão doce. sempre tão tu.

Mafalda disse...

A Claire é apaixonante:)

Beatriz Araújo disse...

era o cris

Mafalda disse...

Eu sei que a Claire és tu, eu sei. Eu sei porque tu és assim: apaixonante. Como a Claire.