1 de janeiro de 2012

tantas cartas de amor



Guarda-a, junto das restantes, na caixa que compraste naquele antiquário há uns tempos para cá. Mas não guardes só a folha - já meia machucada, e com a letra tremida porque a escrevi durante a viagem no metro antes de chegar ao pé de ti, e dessas tuas quentes mãos... donas desses braços cheios de saudades - guarda o amor com que a escrevi e que lá não quero que fique. Claire dos teus sonhos. Os meus sonhos.

14 comentários:

vânia macedo disse...

Obrigada e igualmente Luisinha :) a música é de James Vincent McMorrow - We Don't Eat :)

Cath disse...

deixa-me voar nas tuas histórias, doce Emmeline, Claire ou Raquel...

Maria Filipa disse...

é com tanto amor que escreves que é mesmo bom de ler *

Mariana disse...

encantador, como todas as frases de amor que escreves

maravilhoso

Alice disse...

Que bonito *-*
Adoro o blog assim (:

Mariana disse...

lindo

Beatriz Araújo disse...

claro que sim meu amor. e sabes muito bem que és fantástica a escrever. *.*

annie disse...

que bonito, em.

mary disse...

Irei lembrar-me das tuas palavras. E oh,doce emmeline,que encanto que o teu espaço está,tal e qual como tu.
Um beijo nesse coração de pérolas.

annie disse...

mais, muito mais.

sam disse...

adorei, sigo!

claire disse...

eu voo aqui,nas tuas palavras

Lu disse...

Vir aqui pela manhã faz-me bem, faz-me ganhar o dia. E sorrir, sorrir muito, porr saber que há pessoas como tu, reais e tão amor.

Maria Francisca Almeida Gama disse...

adoro o teu blog, estou a seguir*
vê o meu, acho que te vais identificar bastante!
beijinhos, kika
http://franciscagama.blogspot.com/