13 de janeiro de 2013


Então voa meu amor. Volta. E voa. E vive. Abre a janela e sai desse quarto que tanto respiras. Que só respiras. E sai meu amor, leva a cabeça e usa-a. Não te deixes nunca mais cair... mesmo que custe, vai custar sempre.

Meu amor. 
Todos os dias tu deves ser o teu próprio amor.
 Hoje eu sou o meu amor.

8 comentários:

emma disse...

que bonito <3

wendy disse...

é assim mesmo. segue em frente (:

disse...

"Todos os dias tu deves ser o teu próprio amor."

Está tudo dito.
Um beijinho, querida Lui*

han disse...

"hoje eu sou o meu amor" adoro como desdobras tudo no final, adoro.

Simone Oliveira disse...

é tão doce (:

Anônimo disse...

Amar-nos primeiro para poder amar

Marco Gothe disse...

blog muito interessante
http://risingbelow.blogspot.pt/

Mariana disse...

lindo lindo <3